O Livro

O Livro

Apresentação do Livro CHICORONHO

Apresentação do Livro CHICORONHO
FNAC Almada - 17/04/2010

Apresentação do Livro CHICORONHO

Apresentação do Livro CHICORONHO
FNAC Algarve - 24/01/2010

Vídeos da apresentação do livro CHICORONHO

Loading...

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Mbondo - Nascimento de Baia Farta

No passado dia 13 de Dezembro, Baia Farta fez quarenta e cinco anos que foi elevada a Concelho. Até 1965, Baia Farta era posto administrativo de Benguela.


Baia Farta está a cerca de 25 quilómetros de Benguela e segundo a história a dinamização desta localidade foi iniciada com a chegada de dois irmãos portugueses, decorria o ano 1910.

Quando os irmãos portugueses chegaram perguntaram ao povo local como se chamava aquela terra, eles responderam Mbondo.

Os irmãos como não conheciam aquela palavra, perguntaram o que significava Mbondo.

Os locais responderam que Mbondo significava «abundância de peixe à beira mar».

Os portugueses disseram: Então isto é uma baia farta!

Assim nasceu a localidade com novo nome – Baia Farta.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

RUMO - Alda Lara, poetisa angolana

É tempo, companheiro!
Caminhemos...
Longe, a terra chama por nós,
e ningém resiste à voz
Da terra...
Nela,
O mesmo sol ardente nos queimou
a mesma lua triste nos acariciou,
e se tu és negro e eu sou branco,
a mesma terra nos gerou!
Vamos, companheiro...
É tempo!
Que o meu coração
se abra à mágoa das tuas mágoas
e ao prazer dos teus prazeres
Irmão
Que as minhas mãos brancas se estendam
para estreitar com amor
as tuas longas mãos negras...
E o meu suor,
se junte ao teu suor,
quando rasgamos os trilhos
de um mundo melhor!
Vamos!
que outro oceano nos inflama...
Ouves?
É a terra que nos chama...
É tempo companheiro!
Caminhemos...
                                         Alda Lara, poetisa angolana

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Expressões Umbundo

Gostava de partilhar algumas expressões usadas na Língua Umbundo, como:
Ovela utwe - dói-lhe a cabeça
Okuchita - dar à luz
Okumina - estar grávida
Okukava - estar cansado
Ombya yateka - a panela partiu-se
Onjala ivala - a fome dói
Kasi l´onjala - ter fome