O Livro

O Livro

Apresentação do Livro CHICORONHO

Apresentação do Livro CHICORONHO
FNAC Almada - 17/04/2010

Apresentação do Livro CHICORONHO

Apresentação do Livro CHICORONHO
FNAC Algarve - 24/01/2010

Vídeos da apresentação do livro CHICORONHO

Loading...

domingo, 24 de abril de 2011

Direcção da Cultura na Huíla

A Direcção da Cultura na Huíla inventariou, até ao momento, em toda a província, 275 lugares, que pelas suas características, são considerados monumentos e sítios históricos, informou, na segunda-feira, o responsável pelo departamento do património.


Avelino Elias falou do levantamento durante uma palestra subordinada ao tema “conheça, salvaguarde e valorize os monumentos e sítios”, realizada na comuna da Huíla, com o objectivo de sensibilizar a população para a importância da preservação do património cultural da humanidade.

Dos monumentos e sítios inventariados na província, o município do Lubango tem 72, a Chibia, 37, Caconda 33, Humpata 25, Caluquembe 24, Cuvango 21, Quilengues 19, Jamba nove, Cacula sete, Quipungo seis, Chipindo, Gambos e Matala, cada cinco cada.

Avelino Elias referiu a existência de oito monumentos classificados que foram seleccionados pelo seu papel na história e importância da arquitectura civil, religiosa e funerária no património cultura nacional. “Entre estes, temos a Missão da Huíla, os Barracões do Lubango, a Antiga Câmara Municipal, o Palácio do Governo, o Centro da Cultura do Lubango,o Cemitério Bóer, localizado na fazenda Jamba na Humpata e a Estação dos Caminhos de Ferros de Moçamedes”, salientou o responsável.

O processo de levantamento, estudo, protecção e valorização e divulgação do património cultural, disse, continua, com o envolvimento de técnicos da cultura, governo provincial, autoridades tradicionais e activistas. Avelino Elias pediu igualmente à população que se envolva mais na protecção e conservação dos locais e colabore na dignificação, defesa e fruição do património cultural localizado nas zonas de residências.

A actividade foi seguida da inauguração, na sede da comuna, de uma exposição fotográfica sobre os monumentos e sítios.

Fonte: Jornal de Angola Online






Sem comentários:

Enviar um comentário