O Livro

O Livro

Apresentação do Livro CHICORONHO

Apresentação do Livro CHICORONHO
FNAC Almada - 17/04/2010

Apresentação do Livro CHICORONHO

Apresentação do Livro CHICORONHO
FNAC Algarve - 24/01/2010

Vídeos da apresentação do livro CHICORONHO

Loading...

segunda-feira, 7 de março de 2011

Onde pairam os cobardes mascarados que apelaram a revolta em Angola no 7 de Março de 2011?

Hoje dia 7 de Março, foi um dia importante para todos aqueles que amam verdadeiramente Angola!


Muitos colonialistas, falsos amigos de Angola e falsos angolanos, esfregavam as mãos na esperança de voltar a ver Angola em sangue e sofrimento. Todos andavam a comentar de que milhares de angolanos se iam juntar para fazer uma revolução em Angola no dia 7 de Março de 2011, com o objectivo de derrubar os actuais governantes.

A convocatória para a dita revolução foi feita pela internet, mas o mais triste nesta história, é que foi uma convocatória realizada de forma anónima, própria de pessoas cobardes e sem carácter. Os cobardes tentaram usar o povo angolano como «carne para canhão».

No passado, muitos inimigos de Angola faziam manobras idênticas e piores que estas, com o objectivo de criar ódios entre os irmãos angolanos, mas esses imbecis de coarctada inteligência, ainda não perceberam que nós nunca mais nos deixaremos iludir nem enganar por gentalha desta!

Compreendo a preocupação dos dirigentes do MPLA, mas não eram necessárias intervenções como a de Bento Bento, porque o valor da paz em Angola é de tal forma grandioso, que não há um único angolano que queira voltar ao passado da guerra.

Aliás, os estrategas políticos do MPLA demonstraram algum desfasamento da realidade, porque era evidente para todos os angolanos que a convocação do 7 de Março iria resultar num engodo monumental! Por isso, a reacção de alguns dirigentes do MPLA foi o único acto que acabou por valorizar a convocação da revolta do 7 de Março, ou seja, foram as multiplicações das acções do MPLA que começaram a preocupar os angolanos e deram dimensão a uma acção que não a tinha.

A acção dos teóricos do MPLA foi um dos maiores erros políticos dos últimos anos, deste partido, porque agora, serão muitos aqueles que dirão que não houve uma grande manifestação no dia 7 de Março, porque as pessoas foram ameaçadas, amedrontadas com os discursos, blá, blá, blá!

Os estrategas políticos do MPLA prejudicaram mais do que ajudaram o nosso Presidente, o Presidente de todos os angolanos, José Eduardo dos Santos. Ele não necessita de apoio dos seus correligionários, porque ele tem o apoio daqueles que mais precisa – o seu povo, o povo angolano.

O nosso Presidente tem demonstrado que mereceu a vitória em 1992 e merecerá em 2012. Aqueles que o rodeiam deviam ter maior confiança no trabalho que ele tem realizado como grande obreiro desta nova Angola e uma esmagadora maioria dos angolanos reconhece-lhe exactamente isso.

Nós, angolanos, sabemos que ainda há muitas dificuldades, que há miséria e desigualdades e por isso, não precisamos que nos digam quais são os nossos males, porque nós sabemos. Mas todos aqueles que só olham para o negativo da nossa terra, se fossem possuidores de alguma inteligência, saberiam que não se transforma um país devastado por uma guerra civil de quase três décadas, em meia dúzia de anos.

Vejam o exemplo de Portugal que não teve uma única guerra nos últimos cem anos e tem recebido milhões de euros da União Europeia, todos os dias nos últimos 26 anos, no entanto, está falido tecnicamente, onde se têm fechado escolas, centros de saúde, elevadíssima taxa de desemprego, aumento da emigração, reduções de salários, jovens sem esperança no futuro do país, etc…

Porém, todos querem que Angola se transforme de um dia para o outro num país sem falhas e sem problemas. Orgulhosamente, posso dizer que Angola muda todos os dias e muda para melhor. No nosso país não se fecham escolas, constroem-se novas escolas. No nosso país não se fecham centros de saúde, constroem-se novos centros de saúde. No nosso país não aumenta a emigração, aumenta a imigração. No nosso país não há reduções de salários, mas aumentos. No nosso país os jovens têm esperança no seu futuro!

Venham conhecer a nossa terra, a nossa alegria, a nossa prosperidade. Façam o que já 100 mil portugueses fizeram, venham viver em Angola e nunca mais quererão regressar aos vossos países, porque o encanto das belezas naturais da nossa terra e a hospitalidade do nosso povo, farão de vocês, pessoas mais felizes.

VIVA ANGOLA!

Sem comentários:

Enviar um comentário