O Livro

O Livro

Apresentação do Livro CHICORONHO

Apresentação do Livro CHICORONHO
FNAC Almada - 17/04/2010

Apresentação do Livro CHICORONHO

Apresentação do Livro CHICORONHO
FNAC Algarve - 24/01/2010

Vídeos da apresentação do livro CHICORONHO

Loading...

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Parabéns Luanda pelos 435 Anos - 25 de Janeiro de 2011

A 23 de Outubro de 1574, Paulo Dias de Novais, neto do grande navegador Bartolomeu Dias parte em direcção ao Reino de N´gola do Ndongo. A primeira escala foi a Ilha da Madeira, depois Cabo Verde (Ilha de Santiago) no dia 17 de Dezembro. A 1 de Fevereiro chegavam à zona do Rio Congo. O padre Garcia Simões membro do grupo de Paulo Novais descrevia: “ No espaço voava “cópia de pássaros” de barrigas vermelhas. Navegaram ao longo da costa durante três dias e a 20 de Fevereiro tiveram “vista da ponta” da ilha de Luanda e “de alguns barcos que estavam ancorados no porto”.


Todavia na “História da residência dos padres da Companhia de Jesus” produzida vinte anos depois, com a afirmação de quem tinha sido ouvidas “informações de pessoas dignas de fé”, entre as quais o padre Baltasar Afonso, outro membro da missão de Paulo Novais, a data de chegada à Ilha de Luanda é de 11 de Fevereiro.

Quem foi exacto? O padre Baltasar ou o Padre Simões? Ambos fizeram parte do grupo que chegou à ilha de Luanda!!

No meu entender a chegada a Luanda foi a 11 de Fevereiro de 1575 porque no dia 1 de Fevereiro, a armada de Paulo de Novais já se encontrava no Rio Congo, logo parece evidente que onze dias são mais do que suficientes para concluir a distancia que separa o Rio Congo da Ilha de Luanda.

Uma questão que se impõe, ainda sem resposta e que, certamente continuará sem resposta – No momento da chegada de Paulo Novais à Ilha de Luanda, a quem pertencia, efectivamente, a faixa continental fronteira à Ilha? Ao Reino do Congo? A sobas aliados do N´gola Ndongo? aos invasores imbangala provenientes do longínquo leste?

Curiosamente o fundador da maravilhosa Luanda, Paulo Dias de Novais, morreu pobre e endividado, aos 9 de Maio de 1589, em Massangano, a vila por ele criada na confluência do Rio Lucala com o Rio Kwanza.

Outra curiosidade é que Paulo Novais morreu sem nunca ter chegado a contacto com o N´gola.

Sem comentários:

Enviar um comentário